AGENDA APP em foco Notícias GEO OPINIÃO Cruzeiros Ferrovia Desporto LAZER Ambiente
Fotos Pescas Blogs Facebook Twitter Slideshare YouTube ARTE Áudio DOSSIERS
  • PORTAL APP | 26 Dossiers disponíveis | COM MAIS DE 1000 NOTÍCIAS
  • PORTAL APP - 5.216 notícias publicadas até 24.10.2012 e integralmente disponíveis
  • APP no TWITTER: http://twitter.com/portosportugal
  • APP no FACEBOOK: http://www.facebook.com/portosdeportugal
  • APP no YOUTUBE: http://www.youtube.com/portosdeportugal
Utilidades APLOP Newsletters MediaMar EDUCARE Biblos Museus História Prémios Associativismo
CONTACTOS SOBRE A APP Clipping CIÊNCIA FUTURO Energia Remoção Lista POL. PRIVACIDADE VÍDEOSREGISTAR-SELOGIN

António Costa salienta posição estratégica de Portugal ao Secretário da Energia dos EUA

O Primeiro-Ministro defendeu que os portos nacionais estão numa importante posição geográfica, situando-se na confluência de três importantes rotas marítimas: a africana, a mediterrânica e a transatlântica. Essa característica, de acordo com o líder do executivo, “tem despertado o interesse na cooperação com os Estados Unidos, em particular na área da segurança energética”.

“O número de terminais de GNL [gás natural liquefeito] tem vindo a crescer nos Estados Unidos, numa clara indicação de que a capacidade norte-americana de exportação deste recurso venha a aumentar exponencialmente no futuro”, disse. Ora, segundo o primeiro-ministro, o Porto de Sines dispõe de potencial para servir de “ponto intermédio para outros portos na Europa e em África”.

Secretário da Energia dos EUA diz que «há interesse americano» no Porto de Sines

O Secretário da Energia dos Estados Unidos da América (EUA), Dan Brouillette, disse esta quarta-feira existir interesse americano no Porto de Sines, mas também em Portugal, tendo em conta a "importância da independência energética".

"Há interesse americano neste porto em particular mas não só aqui como em Portugal, na Europa. Já o dissemos no passado, pensamos que a independência energética é importante e que a segurança energética é, de facto, segurança nacional, não só para Portugal e para os EUA, como para toda a Europa", sublinhou Dan Brouillette.

O Secretário da Energia falava aos jornalistas no final de uma visita que efectuou aos terminais de contentores e de Gás Natural Liquefeito (GNL), no Porto de Sines.

TUDO DEPENDENDO DO MERCADO INTERNACIONAL

Governo açoriano garante que há projecto para Gás Natural Liquefeito na Terceira

A intenção já não é nova e vem-se renovando praticamente todos os anos, mais intensamente, desde 2016. A posição estratégica do porto da Praia da Vitória, na ilha Terceira, coloca aquela ilha no mapa das intenções dos Governos da República e Regional em ali avançar com uma infra-estrutura para abastecimento/reabastecimento de combustível de Gás Natural Liquefeito (GNL).
Um gás que no seu estado líquido depois de arrefecido, é de fácil transporte e de armazenamento, ocupando cerca de 600 vezes menos espaço do que o gás, o que resulta em custos mais reduzidos em termos de armazenamento e transporte.

Cluster das energias renováveis oceânicas está a desenvolver-se em Viana do Castelo

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo considera que se está a desenvolver no concelho “um verdadeiro cluster das energias renováveis oceânicas com aquilo que se conhece de melhor, com a melhor investigação e o melhor desenvolvimento”.

SINES PODE SER UM GRANDE CENTRO DE ENERGIA VERDE, GARANTE O MINISTRO DO AMBIENTE

Portugal «é o país que melhor se posiciona na Europa» para o hidrogénio verde

“Portugal está em condições de ser o maior produtor de hidrogénio verde” da Europa, do ponto de vista da “vantagem de preço”, garantiu na Assembleia da República o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, notando que Sines é peça central na estratégia.

Na sua audição parlamentar no âmbito da aprovação do Orçamento do Estado para 2020 (OE 2020), Matos Fernandes destacou que o Governo quer manter Sines, onde hoje existem uma central eléctrica a carvão (EDP) e uma refinaria de petróleo (Galp), como “um grande centro associado à energia, mas neste caso, de energia verde”.

SEDEADA NO TGL DO PORTO DE AVEIRO

PRIO Supply continua na liderança das empresas do distrito

Segundo os resultados obtidos em 2018, a empresa que obteve um melhor desempenho no volume de negócios, no distrito de Aveiro, foi a PRIO Supply, S.A., que lidera, por isso, o "ranking" das 1.500 maiores empresas do distrito de Aveiro. Elencado segundo os resultados obtidos em 2018, continua a ser liderado pela PRIO Supply, S.A., sedeada no terminal de granéis líquidos do Porto de Aveiro, na Gafanha da Nazaré, concelho de Ílhavo.

ENTREVISTA A PEDRO MORAIS LEITÃO

PRIO constrói dois novos tanques e melhora processos

"Em 2018, para além do investimento na rede de postos, começámos dois investimentos particularmente relevantes, que terminarão em 2020. O primeiro será de quase 4 milhões de euros, na introdução de novos processos na fábrica de biodiesel, para aumentar a sua eficiência na produção de biocombustíveis avançados, nomeadamente os que são produzidos a partir de matérias-primas residuais, tais como os óleos alimentares usados. Acreditamos muito que a utilização destas matérias-primas para biocombustíveis ajudará a mitigar os efeitos dos resíduos no ambiente e, em simultâneo, permitirá uma redução mais rápida da emissão de gases com efeito de estufa".

2.ª plataforma do projecto WindFloat Atlantic rumou a Viana do Castelo

O WindFloat Atlantic deu mais um passo importante para a entrada em operação. A segunda das três plataformas que compõem o projeto deixou o porto de Ferrol para o seu destino final, a 20 quilómetros da costa portuguesa, em Viana do Castelo.

Uma vez no local do projeto, a plataforma será instalada próxima da primeira plataforma flutuante, com as mesmas dimensões (30 metros de altura e 50 metros de distância entre cada coluna). A terceira e última plataforma finalizará o projeto do primeiro parque eólico offshore flutuante na Europa continental.

Prio quer entrar no projecto para produzir hidrogénio em Sines

A empresa está interessada em integrar o consórcio para construir a fábrica de hidrogénio em Sines. E, em breve, vai comunicar as suas intenções ao Secretário de Estado da Energia.

EM 2050

Hidrogénio vai valer 14% da energia consumida em Portugal

Daqui a uma década, Portugal poderá estar a produzir até 395 mil toneladas de hidrogénio verde, dependendo das metas de descarbonização, mais ou menos ambiciosas, e também da redução de custos (entre 50% e 90%) estimada para a produção desta fonte de energia. A conclusão é do estudo “Avaliação do potencial do hidrogénio no sistema energético nacional”, da autoria de três investigadoras portuguesas do Center for Environmental and Sustainability Research (CENSE), da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova (FCT-Nova).

 vídeo

APP lança vídeo “Journey to the center of the world”

 Poesia pelo Porto de Leixões

 

 APP pelo Facebook

 Consulte os dossiers do Portal APP

 NRP Sagres Volta ao Mundo 2010

 Se calha a sorte para a Armada…

 A Ver Navios

 Inauguração do novo Cais de Cruzeiros do Porto de Leixões

 Paquete Infante D. Henrique

 Arte xávega ou companhas das artes – Praia de Mira

 Nautilus Minerals - ROV Drill MINING

 Pesca artesanal valorizada em Sesimbra (1)

 Nova marina no Porto de Lisboa

 Funchal 500 Tall Ships Regatta – La Bamba

 Filatelia - Farol do Cabo Espichel

 Porto de Aveiro visto do céu

 APP no slide.com

 APP no SLIDESHARE

 APP no FACEBOOK

 Porto de Lisboa - Vista aérea

Porto de Lisboa - Vista aérea
Associação dos Portos de Portugal © 2010 - Design & Programação by Idea Factory