AGENDA APP em foco Clipping Notícias GEO OPINIÃO Cruzeiros Desporto LAZER Ambiente
Fotos Pescas Blogs Facebook Twitter Slideshare YouTube ARTE Áudio DOSSIERS
  • PORTAL APP | 26 Dossiers disponíveis | COM MAIS DE 1000 NOTÍCIAS
  • PORTAL APP - 5.216 notícias publicadas até 24.10.2012 e integralmente disponíveis
  • APP no TWITTER: http://twitter.com/portosportugal
  • APP no FACEBOOK: http://www.facebook.com/portosdeportugal
  • APP no YOUTUBE: http://www.youtube.com/portosdeportugal
Utilidades APLOP Newsletters MediaMar EDUCARE Biblos Museus História Prémios Associativismo
CONTACTOS SOBRE A APP CIÊNCIA FUTURO Energia Remoção Lista POL. PRIVACIDADE VÍDEOSREGISTAR-SELOGIN

POR ADRIANO MOREIRA

O mar oceano

Que o governo português tenha conseguido que tão importante reunião se tenha realizado em Portugal, não apenas apoia o que poetas como Fernando Pessoa ou Sofia de Mello Breyner afirmaram quanto ao facto de o mar ter em grande parte definido Portugal, como reconhece a importância da intervenção portuguesa no início das Descobertas portuguesas que conduziram à globalização atual, mas também o esforço científico das nossas universidades, em que se destacam as já referidas, e as instituições de ensino da Marinha: é finalmente um serviço à reposição de uma situação económica e financeira deste pequeno território que já foi chamado "cais de embarque".

MIGUEL MARQUES (PwC):

Sal Novo – Estuário do Mondego (Figueira da Foz)

A cidade da Figueira da Foz percebeu muito bem que para além de tremendamente injusto, seria profundamente irracional esquecer toda uma cultura ligada a este extraordinário produto. A criação do núcleo museológico do sal é um sinal fantástico de como a antropologia, a sociologia e a museologia nos podem dar pistas importantes para o futuro. Preservando a memória e o legado do passado, os Figueirenses criaram uma nova dinâmica para as salinas do Estuário do Mondego, que envolve a museologia, a cultura, a sociologia da comunidade de Marnotos que ali se instalou e que tendia a desaparecer.

ANDREIA VENTURA

A cidade de Lisboa vista do Porto que a fez crescer

As condições naturais e geográficas propícias à actividade portuária fizeram com que se fixasse em Lisboa a capital do país. O engenho e o empreendedorismo fez com que o Porto de Lisboa seja hoje um dos maiores focos de produção de riqueza e emprego, com uma influência alargada à escala nacional A par do desenvolvimento de actividades turísticas. num País e numa cidade que está cada vez mais na moda, a área do Porto de Lisboa oferece espaço para movimentação de carga, uma actividade essencial para a economia e desenvolvimento da cidade e do País, funcionado como porta de entrada e de saída de mercadorias, ao serviço das indústrias da região e de todos aqueles que aqui vivem e são abastecidos através das mercadorias que entram e saem do Porto de Lisboa.

JOSÉ LUIS MOREIRA DA SILVA

A revolução tranquila nos portos portugueses

A maior parte dos portugueses não tem noção do que vem acontecendo nos portos portugueses nos últimos tempos nem tem qualquer ideia sobre a grande revolução anunciada para o seu futuro próximo, e é pena.
Os nossos portos têm sabido ser os pólos mais dinâmicos da economia portuguesa e os responsáveis pelo ‘boom’ das exportações nacionais, que tanto jeito fez para ultrapassarmos a crise económica e financeira.

NUNO ANTUNES

Direito, cartografia e ordenamento do espaço marítimo

(...) Gerido pela Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, tem a diferença de ser um geoportal que disponibiliza informação em sistema de informação geográfica (GIS). A informação cartografada é acedível online, de forma imediata, com dados de múltiplas fontes. Falamos de acesso público, transparente, atualizado e desmaterializado sobre o ordenamento do espaço marítimo. Com a vantagem de consolidar, num só instrumento, toda a informação até aqui constante de diversos mapas. Adeus “mapa-papel”. Bem-vinda tecnologia digital na cartografia online.

OPINIÃO | MÁRIO RAMIRES

Mar Salgado

Não é preciso citar Pessoa, embora nunca seja demais. Como nunca é demais olhar o mar, o mar português, que transforma a pequenez do seu território num país de enorme dimensão - se em 2020 a ONU reconhecer a extensão da plataforma atlântica nacional, Portugal levará as suas fronteiras marítimas a uma área 40 vezes superior à das suas fronteiras terrestres, estando entre os 10 maiores países do mundo, à frente, por exemplo, da Índia.

MILHAS NÁUTICAS | POR MIGUEL MARQUES

32 – 33

Coreia do Sul e China são os dois maiores produtores mundiais de novos navios. Em 2016 todas as obras de construção naval completadas por estaleiros navais da Coreia do Sul, representaram 33% do total de obras completadas em todo o mundo. Em quantidade, a China, com 32% da produção global, produziu praticamente o mesmo que a Coreia do Sul.

Esta corrida pelo primeiro lugar da Construção Naval entre a China e a Coreia do Sul está ao rubro, na medida em que, em 2015, a China representou 35% da produção mundial e a Coreia do Sul 31%. Se juntarmos a estes dois países o Japão, que produziu 20% da produção global, em 2016, constatamos que três países asiáticos representam 85% da produção global de Construção Naval.

MILHAS NÁUTICAS | POR MIGUEL MARQUES

88 - 97

Otimismo e acreditar que é possível fazer ainda melhor marcam o início do ano, em matérias de mar!
No evento de apresentação da oitava edição do LEME – Barómetro PwC da Economia do Mar, realizado este mês, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, foi efetuado um inquérito a mais de 100 lideres da economia do mar que estiveram presentes na sessão

CARLOS OLIVEIRA

Janela Única Logística | O futuro está a chegar a Portugal

O projecto da JUL é mais um passo no sentido da criação de algo que virá a contribuir decisivamente para que os portos portugueses (e, de uma maneira geral, o sistema logístico nacional), deem mais um passo tendo em vista uma posição de vanguarda no contexto europeu.

POR VÍTOR CALDEIRINHA

Porto de Setúbal: Capacidade disponível para contentores na região de Lisboa

Setúbal é já hoje uma alternativa construída com capacidade disponível para as próximos décadas na região de Lisboa, que o Governo não tem esquecido de mencionar como alternativa e incluiu no PETI para investimento nos acessos. Uma alternativa real e com crescente utilização, com cada vez mais contentores e linhas de navegação.

 vídeo

APP lança vídeo “Journey to the center of the world”

 Poesia pelo Porto de Leixões

 

 APP pelo Facebook

 Consulte os dossiers do Portal APP

 NRP Sagres Volta ao Mundo 2010

 Se calha a sorte para a Armada…

 A Ver Navios

 Inauguração do novo Cais de Cruzeiros do Porto de Leixões

 Paquete Infante D. Henrique

 Arte xávega ou companhas das artes – Praia de Mira

 Nautilus Minerals - ROV Drill MINING

 Pesca artesanal valorizada em Sesimbra (1)

 Nova marina no Porto de Lisboa

 Funchal 500 Tall Ships Regatta – La Bamba

 Filatelia - Farol do Cabo Espichel

 Porto de Aveiro visto do céu

 APP no slide.com

 APP no SLIDESHARE

 APP no FACEBOOK

 Paquete largando do Funchal | João Gaspar de Jesus

Paquete largando do Funchal | João Gaspar de Jesus

Mais detalhes aqui

Associação dos Portos de Portugal © 2010 - Design & Programação by Idea Factory