NotÝcias

EMBAIXADOR DO BRASIL VISITA SINES

Sines com caracterÝsticas para ser a porta de entrada do Brasil na Europa

O Embaixador do Brasil em Portugal, Mário Vilalva, visitou Sines no dia 21 de Janeiro, acompanhado por uma importante comitiva económica da embaixada, tendo sido recebido no Centro de Negócios da ZILS – Zona Industrial e Logística de Sines.

A recepção foi presidida por Basílio Horta, Presidente do Conselho de Administração da aicep Global Parques e as apresentações estiveram a cargo de Francisco Sá, presidente da comissão executiva da aicep Global Parques, e de Lídia Sequeira, presidente do conselho de administração do Porto de Sines.

Durante a acção foram apresentadas as potencialidades da ZILS, as características das principais empresas instaladas e as respectivas actividades de expansão em curso, assim como o potencial para a instalação de novas unidades, nesta que é uma das maiores zonas industriais e logísticas da Europa. Ao nível do porto de águas profundas, elemento da maior importância para o estabelecimento de serviços directos de contentores com o Brasil, o Porto de Sines foi identificado com potencial para se tornar na porta de entrada na Península Ibérica, nomeadamente a Madrid, e na Europa, por ser o porto mais favorável, em custos e tempo. Os transit times de serviços directos com motherships a partir do Brasil utilizando Sines são mais competitivos e é uma janela de oportunidade a explorar.

Quanto aos graneis líquidos, a mercadoria movimentada entre os portos brasileiros e Sines apresenta já uma elevada importância, tendo em conta que o Brasil foi em 2010 a quarta fonte de importação de crude para a maior refinaria nacional. O Terminal de Granéis Líquidos recebeu no ano transacto mais de um milhão de toneladas deste produto, sendo de registar que na última década o volume da importação de crude do Brasil para Sines teve um crescimento de 273%.

Foram ainda salientadas as acções de cooperação institucional e comercial entre o Porto de Sines e várias entidades de referência no Brasil, destacando-se os portos do Rio de Janeiro, Santos e do Itaqui, assim como a empresa de pilotagem do Ceará. Também no recente estudo levado a cabo sobre os portos da CPLP ficou evidente o grande potencial de crescimento das relações entre Portugal e Brasil, acreditando as partes que estão criadas as condições para o futuro desenvolvimento de linhas directas trans-atlânticas, que serão motores para o crescimento das relações económicas dos dois países irmãos.