AGENDA APP em foco Clipping Notícias GEO OPINIÃO Cruzeiros Desporto LAZER Ambiente
Fotos Pescas Blogs Facebook Twitter Slideshare YouTube ARTE Áudio DOSSIERS
  • PORTAL APP | 26 Dossiers disponíveis | COM MAIS DE 1000 NOTÍCIAS
  • PORTAL APP - 5.216 notícias publicadas até 24.10.2012 e integralmente disponíveis
  • APP no TWITTER: http://twitter.com/portosportugal
  • APP no FACEBOOK: http://www.facebook.com/portosdeportugal
  • APP no YOUTUBE: http://www.youtube.com/portosdeportugal
Utilidades APLOP Newsletters MediaMar EDUCARE Biblos Museus História Prémios Associativismo
CONTACTOS SOBRE A APP CIÊNCIA Energia Remoção Lista POL. PRIVACIDADE VÍDEOSREGISTAR-SELOGIN

PORTUGAL EXPORTADOR 2013

Europa central e África ocidental no radar das exportações

A Europa central e a África ocidental, a América Latina e a China são as geografias de eleição do Portugal Exportador, uma feira que promove a troca de experiências e contactos, avançou ao OJE Maria João Rocha de Matos (na foto), Diretora-geral da AIP - Feiras, Congressos e Eventos. Este é um evento dirigido preferencialmente às PME. Decorre hoje, em Lisboa.

O que é expectável sair em termos globais de mais esta edição do Portugal Exportador?
Estamos convictos de que, no final desta 8.ª edição do Portugal Exportador, teremos mais empresas capacitadas para exportar, mais bem informadas sobre os mercados onde querem apostar, as ferramentas de apoio que estão disponíveis e um networking proveitoso para as suas atividades empresariais.

Promovido pela Fundação AIP em parceria com a AIP-CCI, o BES e a AICEP Portugal Global, este é um evento que promove a troca de contactos, conhecimento e experiências de empresas, congregando no mesmo local dezenas de entidades oficiais como embaixadas, câmaras do comércio com um objetivo muito claro: aumentar as exportações nacionais.

A que tipo de empresas se direciona este evento?
O Portugal Exportador procura promover a internacionalização das empresas e alargar a base exportadora nacional. É um evento dirigido, especialmente, às PME nacionais, que são a grande fatia do tecido empresarial português, sendo igualmente estas quem mais beneficia com os exemplos e aprendizagens apresentados pelas empresas suas pares, que aqui partilham as suas experiências nos mercados externos onde desenvolvem a sua atividade exportadora.

De que forma estão empresários, gestores e Câmaras de Comércio a responder a esta iniciativa?
Entusiasticamente. Este ano, temos o maior número de empresários inscritos de sempre, superando os 1600, num crescimento que nunca deixou de se verificar desde a primeira edição deste fórum. Contaremos ainda com a presença de 42 embaixadas e 17 câmaras de comércio a operar em Portugal e no estrangeiro, assim como 34 associações e empresas.

O que tem o Portugal Exportador de diferente de outras iniciativas que visam dar a conhecer mercados externos?
O formato do Fórum Portugal Exportador é único e está muito focado na partilha de experiências e networking. Pode comparar-se a um curso acelerado de exportação, em que a maior parte da informação sobre os mais diversos mercados, apoios disponíveis, créditos, seguros, proteção de marca, entre tantos outros, estão disponíveis num único local, durante um dia.

As dezenas de workshops e cafés temáticos são, respetivamente, uma forma de conhecer melhor os mercados e de obter informações necessárias sobre questões práticas no âmbito da internacionalização. Ambas as iniciativas promovem ativamente o networking entre os participantes.

Neste evento, quais os mercados-focus? E em que setores de atividade poderão ser apresentadas oportunidades?
Destacam-se, na Europa, os mercados da Escandinávia e Visegrad (Húngria, Polónica, República Checa e Eslováquia); em África, Angola, Moçambique e os países da África ocidental, como a Namíbia que, aliás, inclui a visita de uma delegação empresarial; no Magreb, a Argélia; na América Latina, Brasil, Colômbia, Chile, México e Venezuela; na Ásia, China e Macau, Indonésia e Timor-Leste; no Médio Oriente, Arábia Saudita, Qatar e Emirados Árabes Unidos. Será ainda apresentado o estudo de mercado da AIP - Feiras, Congressos e Eventos sobre o mercado da Índia, com especial enfoque em Goa, Bombaim e Nova Deli.

O empresário poderá, no entanto, recolher informação sobre vários outros mercados, recorrendo às mais de 60 embaixadas e câmaras de comércio bilaterais que estarão presentes neste evento. Poderá ainda aceder a informação sobre diversas temáticas que o poderão apoiar na decisão de iniciar um processo de exportação, temáticas essas que não se esgotam na seleção do mercado.

Que respostas poderá o Portugal Exportador dar em termos de necessidades alternativas de financiamento das PME portuguesas?
O Portugal Exportador tem presentes, no evento, empresas e entidades especializadas no financiamento das PME, como o BES, que é, aliás, parceiro na Organização desta Iniciativa. E igualmente outras entidades capazes de apoiar financeiramente os projetos de internacionalização das empresas, como é o caso da AICEP Portugal Global, através dos fundos do Sistema de Incentivos à Internacionalização e Qualificação de PME, a SOFID, especializada em soluções para os países emergentes, a CESO, que apresentará os incentivos disponíveis no âmbito do CDE (nomeadamente no que respeita a projetos nos países ACP), bem como outras entidades expositoras que poderão responder a necessidades pontuais das empresas exportadoras.

Que respostas poderão ser dadas a nível de seguros de crédito e créditos documentários?
O Portugal Exportador tem presentes, no evento, empresas e entidades especializadas em seguros de crédito e créditos documentários, nomeadamente a Crédito y Caución e o IFC - Seguros de Crédito e Factoring, em trade finance, como o BES ou a Cotecna, bem como noutras tipologias de seguros igualmente fundamentais à atividade da empresa (perdas de exploração, transporte de mercadorias e outros serviços), como é o caso da Tranquilidade.

Que respostas poderá o evento dar a necessidades dos empresários a nível de contactos locais, logística e apoio jurídico e fiscal?
O Portugal Exportador conta com a presença das já referidas embaixadas e câmaras de comércio bilaterais, porta de entrada privilegiada em novos mercados, bem como com diversas outras empresas de serviços de apoio à internacionalização, incluindo nas áreas jurídica (LegisPalop, Gastão da Cunha Ferreira) e, naturalmente, logística, destacando-se aqui a Just Fly Out, Barrinho Transportes, Chronopost, Lufhtansa, TAP, entre outras.

De referir que estas questões poderão igualmente ser abordadas e esclarecidas através do debate que é promovido em todos os workshops, que contam com a participação de empresas portuguesas experientes nos mercados em abordagem e que, certamente, irão como é habitual fornecer pistas e recomendações sobre estes e outros temas.

fonte




Data: 2013-11-27
Autor:

 vídeo

APP lança vídeo “Journey to the center of the world”

 Poesia pelo Porto de Leixões

 

 APP pelo Facebook

 Consulte os dossiers do Portal APP

 NRP Sagres Volta ao Mundo 2010

 Se calha a sorte para a Armada…

 A Ver Navios

 Inauguração do novo Cais de Cruzeiros do Porto de Leixões

 Paquete Infante D. Henrique

 Arte xávega ou companhas das artes – Praia de Mira

 Nautilus Minerals - ROV Drill MINING

 Pesca artesanal valorizada em Sesimbra (1)

 Nova marina no Porto de Lisboa

 Funchal 500 Tall Ships Regatta – La Bamba

 Filatelia - Farol do Cabo Espichel

 Porto de Aveiro visto do céu

 APP no slide.com

 APP no SLIDESHARE

 APP no FACEBOOK

 Portos da CPLP reunidos em Cabo Verde

Portos da CPLP reunidos em Cabo Verde

Cidade de S. Vicente, Cabo Verde, 30 de Setembro/1 de Outubro de 2010

Associação dos Portos de Portugal © 2010 - Design & Programação by Idea Factory