AGENDA APP em foco Clipping Notícias GEO OPINIÃO Cruzeiros Desporto LAZER Ambiente
Fotos Pescas Blogs Facebook Twitter Slideshare YouTube ARTE Áudio DOSSIERS
  • PORTAL APP | 26 Dossiers disponíveis | COM MAIS DE 1000 NOTÍCIAS
  • PORTAL APP - 5.216 notícias publicadas até 24.10.2012 e integralmente disponíveis
  • APP no TWITTER: http://twitter.com/portosportugal
  • APP no FACEBOOK: http://www.facebook.com/portosdeportugal
  • APP no YOUTUBE: http://www.youtube.com/portosdeportugal
Utilidades APLOP Newsletters MediaMar EDUCARE Biblos Museus História Prémios Associativismo
CONTACTOS SOBRE A APP CIÊNCIA FUTURO Energia Remoção Lista POL. PRIVACIDADE VÍDEOSREGISTAR-SELOGIN

Quando Albufeira queria ser a «Saint-Tropez portuguesa»

Nas ruas da praia dos pescadores, Manuel da Fonseca, na década de 60, encontra gente a expressar-se nas “mais desvairadas línguas”, em ambiente multicultural, “prestes a partirem alegremente para uma bela aventura”.

Quando o turismo ligado aos percursos da natureza ainda não estava na moda, Albufeira foi considerada um ícone nessa área. Nas margens da ribeira de Quarteira, o botânico e geógrafo alemão Heinrich Willkomm “descobriu um narciso único no mundo”, em 1846, a que deu o seu nome. A revelação é descrita no livro Albufeira Revisitada, editado pelo município. O investigador, incentivando à descoberta de paragens desconhecidas, lê-se, divulgou a notícia “para todo o planeta e Albufeira posicionou-se como um paraíso natural a descobrir”. O tal narciso terá sobrevivido, mas o seu paradeiro não é divulgado. A lagoa dos Salgados é outra das zonas húmidas de referência, onde nidificam 45 espécies de aves, mas não está a salvo. No espaço envolvente, projecta-se a construção de mais 4 mil camas turísticas.

A partir da chegada dos “camones”, nos anos de 1960, Albufeira não mais parou de crescer. As tascas viraram pubs e a “vila branca em mar azul” transforma-se na terra das mil e um noites de animação turística. O cantor Cliff Richard foi um dos muitos britânicos que se deixaram enamorar pela velha aldeia de pescadores, e fez-se “algarvio” de adopção. Na Guia, depois de aprender a comer frango assado com batatas fritas, o cantor veio a plantar vinha, e agora a música é outra — passou a vender recordações engarrafadas. O vinho que produz — Vida Nova, simbolicamente, representa a síntese de uma história de vida. “O Algarve, para mim, é sempre um dia de férias na pátria”, escreveu Miguel Torga, a lembrar o lado “belo e primaveril” da região, num dos seus poemas.

continue a ler aqui














Data: 2019-08-31
Autor:

 vídeo

APP lança vídeo “Journey to the center of the world”

 Poesia pelo Porto de Leixões

 

 APP pelo Facebook

 Consulte os dossiers do Portal APP

 NRP Sagres Volta ao Mundo 2010

 Se calha a sorte para a Armada…

 A Ver Navios

 Inauguração do novo Cais de Cruzeiros do Porto de Leixões

 Paquete Infante D. Henrique

 Arte xávega ou companhas das artes – Praia de Mira

 Nautilus Minerals - ROV Drill MINING

 Pesca artesanal valorizada em Sesimbra (1)

 Nova marina no Porto de Lisboa

 Funchal 500 Tall Ships Regatta – La Bamba

 Filatelia - Farol do Cabo Espichel

 Porto de Aveiro visto do céu

 APP no slide.com

 APP no SLIDESHARE

 APP no FACEBOOK

 Dia do Porto de Leixões 2010

Dia do Porto de Leixões 2010

Registo de um dos eventos do programa comemorativo do Dia do Porto de Leixões, edição de 2010

Associação dos Portos de Portugal © 2010 - Design & Programação by Idea Factory