Antena 5 Sistema de Lupa activo | Voltar vista normal
Pescas 

Valor da pesca na Madeira bate recorde de 10,6 ME até Setembro

A pesca na Madeira rendeu, nos primeiros nove meses do ano um recorde de 10,6 milhões de euros aos pescadores, o que representa um aumento de 15,9% em relação a igual período do ano passado.
De acordo com os dados da Direção Regional de Estatística da Madeira, esta subida deve-se a uma safra extraordinária de atum, tendo sido descarregadas, nas lotas madeirenses, 2.805 toneladas, ou seja mais do dobro (mais 114%) do que nos primeiros nove meses do ano passado.
Os atuneiros garantiram aos seus armadores e pescadores um rendimento de 5,1 milhões de euros, mais 59,9% do que no mesmo período do ano anterior.

Embora seja a espécie mais valiosa do mar da Madeira, as capturas de peixe-espada preto passaram a ser menos preciosas, pois as 1.368 toneladas descarregadas - menos 15,2% que um ano antes - valeram 4 milhões de euros, representando uma quebra de 12,4% do rendimento dos profissionais do setor.

Até setembro, foram descarregadas nas lotas da região 4.892 toneladas, mais 29% do que em igual período do ano anterior.
O setor garantiu este ano 10,6 milhões de euros de rendimento, mais 15,9% que nos primeiros nove meses do ano passado.
Também a produção de ovos atingiu novos máximos. Nos primeiros três trimestres do ano em curso, foram produzidos 19,8 milhões de ovos, mais 2,1% que um ano antes, enquanto a produção de carne de frango atingiu as 3.279 toneladas, mais 13,5% do que um ano antes.
A crise está, no entanto, a afetar a produção e consumo de outro tipo de carnes.
Assim, nestes primeiros nove meses os abates de animais representaram 1.234 toneladas de carne, menos 30,6% do que em igual período de 2011.

Pela primeira vez nos últimos anos, o abate de suínos regista uma quebra, de 50,6%, com o mercado local a comercializar apenas 341 toneladas de carne produzida na região, com a carne de bovino a registar uma quebra de 9,4%, totalizando 781 toneladas.